Como foi meu processo de mudança para Berlin?

Amigos,

Durante estes dois meses que estou aqui em Berlin, recebi algumas mensagens questionando como foi o processo para vir para Berlin e como é trabalhar aqui na Europa.

Bom vamos lá, primeiro gostaria de dizer que o que vou compartilhar aqui é referente a minha experiência e ocorreu no final de 2016. (isto porque os processo mudam com frequencia)

1- Como é trabalhar na Europa?

Cara, é bem legal… e ao mesmo tempo muito … muito diferente do Brasil, a começar pela cultura, no Brasil estamos acostumados a interagir mais com as pessoas e colegas de trabalha (no horário de trabalho), aqui não é bem assim…
você não verá seus colegas de trabalho parando as atividades diversas vezes ao dia para tomar um café ou simplesmente bater um papo para descontrair… aqui a galera é muito concetrada na atividade… minha opnião, produzem mais do que a gente no Brazil.

Horas extras também é bem raro, eles valorizam muito a família, então o chopp depois do trabalho também não é muito comum entre os nativos…. raramente os estrangeiros fazem um happy hour.

Os chefes não ficarão no seu pé, mas você deve cumprir a sua tarefa no tempo estipulado.

Outra coisa que é bem diferente é o respeito ao horário, se você marcar uma reunião para as 10:00AM, as 9:59 TODOS estarão na sala e as 10:00 comecará a reunião, existe um ditado aqui que é “se você não respeita a hora que é gratuíta, não respeitará um contrato que tem valores!“. Portanto se você planeja vir para Europa, mude o péssimo hábito que nós brasileiros temos com horário.

Em relação a segurança, terrorismo e bla.. bla.. bla… honestamente ainda me sinto muito mais seguro aqui, estatísticamente o transito de São Paulo mata mais do que os atentados ou até mesmo uma guerra, logo você está mais propenso a sofrer algum tipo de atentado a sua vida aí em SP do que aqui na Europa.

Eu ja estava aqui em Berlin no incidente do mercado de natal em Berlin, no dia seguinte ninguém comentava sobre o assunto, ninguém dá ibope para esses malucos…

Agora a parte boa, todos os finais de semana me fazem pensar que fiz uma boa decisão, apesar da saudade da familia, amigos e até de comidas brasileiras 🙂 .

Todo o lugar tem uma praça enorme (e bem tratada) com alguma igreja histótica, ou museu etc… por falar em museu, vi uma reportagem que somente em berlin existem mais de 150 museus!!!!

Então a parte cultural é algo que estou curtindo muito…

O custo de vida aqui é relativamente baixo (exceto o aluguel que é meio carinho), e o transporte público funciona muito bem… ao ponto de dizer que em SP não temos transporte público, temos um meio de locomoção….. aqui você sabe a hora que o transporte chegará ao destino… é religiosamente rigoroso com o horário.

Os carros são relativamente baratos, apesar de não ter a necessidade devido a boa qualidade do transporte público… esta semana vi uma Jaguar xtype seminova por 29K Euros, no BR certamente custaria o valor de um AP 🙂

Eu aluguei uma BMW serie 5 para vir de Frankfurt para Berlin, e tive o prazer de dirigir na Autoban, a famosa pista sem limites de velocidades, na verdade em diversos pontos existem limites sim… (entre 90 e 130KM) depois disto é cada um por si :), lembro que estava a 160Km/H e diversos carros passavam por mim como se eu estivesse a 60 km/H, a pista é muito segura… é algo que todos devem fazer antes de morrer :).

A comunidade Brasileira é muito grande, então você não se sentirá só aqui.

Mas novamente, ser expatriado não é algo fácil, a saudade, depressão, tristeza..etc será algo constante ao menos nos 6 primeiros meses….

2- Como foi o processo de mudança?

Tudo ocorreu através do Linkedin, uma empresa americana me enviou uma proposta, mas como o visto americano demora a sair, me ofereceram uma posição aqui em Berlin, como eu e minha esposa adoramos a Europa, foi fácil decidir.

Após ter o contrato de trabalho em mão, você precisa se aplicar para o visto de trabalho, a Alemanha ainda consegue ser mais burocrática que Brasil, tive que preencher diversos formulários, traduzir documentos escolares e pessoais para alemão (dica, tradução juramentada e você deve apostilar), após isto foi só marcar a entrevista no consulado alemão, no dia da entrevista me foi informado que a resposta do visto demoraria alguns meses, mas para minha surpresa recebi a mensagem após 2 horas 🙂

Depois disto foi só comprar a passagem e correr com burocracia para trazer o cachorro (e é muito burocrático).

Ao chegar aqui, você deve dar continuidade no processo do visto, no Brasil você recebe um visto temporário (geralmente 180 dias) e ao chegar aqui você deve dar entrada no visto definitivo (no meu caso o Bluekart).

Aqui é bem burocrático como eu mencionei, ao chegar aqui você tem 2 semanas para fazer o anmeldung (um tipo de registro na prefeitura), ai começa a saga, para fazer o anmeldung você precisa ter um casa (alugada ou propria) mas para alugar uma casa você precisa ter o anmeldung, ficou fácil explicar o deadlock 🙂

Eu aluguei um airbnb e pedi para o landlord assinar o meu anmeldung, após isto começa o outro processo chato que é alugar a casa, que é bem diferente do Brasil. Aqui eles anunciam a casa e agendam um dia especifico para a visitação, neste dia terá várias familas olhando media de 6 familias, algo insano mesmo… ai o dono do imóvel vai escolher para quem ele quer alugar!!!!

Então se você ja sabe que sofrerá um pouco para alugar um casa…..

Bom, foi bem resumido, mas acredito que servirá como exemplo para quem pensa em expatriação.

Dica do Marcelo:

Se você preencher TODOS os requisitos abaixo, você está apto a ser expatriado, caso contrário, volte ao estudos e se prepare um pouco mais.

[  ] how about your English skills?
Sem inglês, esquece… nunca será expatriado, a não ser que vá para paises lusofonos.

[  ] Universidade concluída.
Outro ponto importante, o visto depende muito da universidade e tempo de estudos, geralmente o Tecnólogo não é aceito, se você tem tecnologo, seria interessante fazer uma pós em uma boa faculdade… talvez passe um pano na falta de um curso com formação minima de Bacharel.

[  ] Quero mudar de vida, não ficar rico.
Europa tem muita oportunidade, mas ficar rico do dia para noite só sendo político no Brasil. Os impostos aqui são bem elevados, mas você tem tudo de volta em forma de serviço….

[   ] Consigo viver longe da família.
Se você tem a necessidade de ver sua familia todos os finais de semana, talvez isto pesará no seu sucesso na expatriação.

[  ] Respeito a cultura e diversidade dos outros.
O Europeu nao liga muito para mostrar que tem dinheito, pelo contrário ele não gasta, ele poupa muito, ele preza pelo seu conforto  e ideologia, entao ele anda como quer, veste o que quer, e ninguém o condenará por isto.

Existem muito mais pontos, mas se você conseguiu assinalar todos estes itens, meus parabéns, agora só lhe resta a job offer o Linkedin pode te ajudar.
Aqui em Berlin existe muita oportunidade.

 

Bom é isto por enquanto, caso tenham mais dúvidas, me mande mensagem… ficarei feliz em ajudá-lo….

 

Abraço

Marcelo Fernandes

 

 

Auf Wiedersehen

portaodebrandenburgo2

ATÉ LOGO, BRASIL!!!😔 ALEMANHA, aí vou eu! 🙏🏻🙌🏻😍

Hoje embarco para uma nova experiência e novos horizontes…. estou deixando a terra de Vera Cruz para ir para o velho continente \o/

Recebi uma boa proposta de uma empresa americana com filial na Alemanha e decidi aceitar esta proposta. Espero ter feito uma boa decisão (como dizia um amigo, a decisão correta foi a decisão tomada!)

Com o coração apertado passei as últimas semanas me despedindo de amigos e familiares, e neste curto espaço de tempo refleti sobre algumas coisas, como nosso povo é bondoso e caloroso e sentirei falta disto, o que realmente estraga o nosso país é a corrupção.

Acredito que não estarei imune a corrupção lá, mas terei um pouco mais de saúde, segurança, qualidade de vida e educação, aliás, se um pais menor (territorialmente falando) consegue prover isto, porque o BR não nos oferece isto?

E este foi um dos motivadores a aceitar a proposta, acredito que mais amigos da comunidade técnica serão expatriados devido a melhores oportunidades e ao momento econômico e  político de nosso país.

Bom, neste momento estou com um mix de sentimentos, felicidade, ansiedade, medo, esperança, fé, cautela, etc… mas acredito que no fim tudo se acerta e o que depender de mim será muito bom…. a ideia é trabalhar e ter férias na Europa 🙂

Amigos, familiares, colegas e todos que me permitiram participar de sua vida/convívio de alguma forma… Muito obrigado pela atenção, carinho, amizade, puxões de orelha etc… de uma forma direta ou indireta sua atitude serviu para formar meu caráter.

Paras os amigos da comunidade técnica, continuarei minha participação na comunidade, mas de lá da Alemanha, e visitarei o Brasil e participarei de alguns eventos quando possível…

OBS: Devido a diversos questionamentos sobre como ser expatriado, pretendo fazer um post mais detalhado somente sobre este tema logo que chegar no 7×1, estou um tanto atarefado com a mudança neste momento, mas prometo que farei algo mais detalhado sobre o assunto.

AQUI É 7X1 🙂

Até logo…..

 

sqlsat573_web

SQLSaturday #573 – Brasilia

sqlsat573_web

Olá Amigos

No próximo sábado dia 26/11 teremos mais uma edição do SQLSat desta vez o SQLSat Brasilia.

Nesta ediçao, o tema de minha palestra será “Administrando SQL Server para não DBAs”. A grande maioria dos DBAs de hoje (e estou me incluindo nesta estatística) começou a administrar um banco de dados por acidente, no meu caso eu era desenvolvedor e caiu um banco de dados em meu colo para administrar.

Nesta sessão abordarei este tema, a intenção é tornar este processo de troca de papéis repentina um pouco mais suave, vou abordar alguns itens onde você deve ter cuidado e como monitorar, administrar, avaliar performance etc… para quem não é um DBA experiente.

Bom te espero em Brasília! o evento é gratuíto e será a faculdade Projeção, corre que ainda dá tempo de fazer a sua inscrição! Registre-se aqui.

Obrigado!

pass_24hop_2016_portuguese1

SQL 24 HOP – Palestrarei no SQL PASS 24 horas português

Olá Amigos

No próximo dia 14/11 (segunda-feira) iniciaremos mais um ciclo de palestras com diversos profissionais de SQL Server dos países que falam a língua portuguesa.

A minha sessão será no dia 14/11 as 19:00 (Horário de Brasilia) vou falar de SMB 3.0 como alternativa de storage. Corra, ainda da tempo de fazer a inscrição totalmente gratuíta e online! REGISTRE-SE

Veja a grade de palestras aqui.

 

sqlsat570_web

SQL Saturday SP #570

Olá Amigos,

No dia 08/10/2016 tive o prazer de participar do SQL Saturday #570 SP, tive o prazer de palestrar em todas as edições do SQLSP. E esta edição estava lotada…. Parabéns  Diego Nogare (Site | Twitter) e aos demais organizadores, realmente o evento estava sensacional.

Esta foi a turma de palestrante: (acredito que esta foi a edição com o maior número de palestrantes no Brasil)

img_8008

O tema de minha sessão nesta edição foi “Criando ambientes híbridos de alta disponibilidade (On Premises e Cloud)” e caso queira baixar a apresentação e as demos, fique a vontade, já os disponibilizei no site do SQLSaturday.

Abaixo algumas fotos do evento, caso queira ver as demais fotos e tenha paciência para o download, tem quase 900Mbs de fotos 🙂.

 

Te vejo no próximo SQL Saturday, que ja tem data e local, será o SQL Sat 573 em Brasília no dia 26/11/2016, te vejo lá.

Token Bloat – Cannot generate SSPI context

Olá amigos, há um tempo atrás enfrentei o famoso problema SSPI atípico e sempre adiava este post, bom finalmente decidi escrever o artigo. Espere que o ajude.

Problema

Um usuário sempre conectou ao SQL Server sem problemas, mas um dia ao tentar conectar-se ao mesmo serviço de SQL ele recebeu a seguinte mensagem:

sspi

Não houve nenhuma mudança por parte de infraestrutura e DBAs no servidor, o usuário simplesmente não consegue conectar mais, e o mais intrigante é que alguns usuários conseguem conectar-se e outros não.

Bom, na grande maioria das vezes o erro SSPI Context é gerado por falta de SPN em uma tentativa de conexão via kerberos com o SQL Server e para resolver este problema basta criar o SPN.

Listando os SPN atuais:

No prompt de comando digite o seguinte comando

SETSPN –L <domínio\conta_de_serviço_do_SQL>

spn

Nota: Se ao executar o comando setspn –L você não receber o SPN para a sua instância de SQL Server, você deve criar o SPN e você está recebendo o erro de SSPI Context, possivelmente o seu problema será resolvido com a criação manual do SPN com o seguinte comando:

SETSPN – A MSSQLSvc/fqdn <domínio>\<conta de serviço do SQL>

SETSPN – A MSSQLSvc/fqdn:1433 <domínio>\<conta de serviço do SQL>

Ex. SETSPN –A MSSLSvc/sqlproducao.contoso.com contoso\sqlServiceAcc

Maiores informações no artigo: https://msdn.microsoft.com/pt-br/library/ms191153.aspx

 

Como podemos observar no resultado do SETSPN –L no meu ambiente eu tenho os SPNs corretamente criados!

O que justifica algumas conexões conseguirem conectar-se, pois o SPN está ok, e então por que algumas conexões recebem o SSPI?

Para responder esta questão precisamos analisar o ticket do kerberos, executando a ferramenta tokensz você poderá evidenciar o problema de token bloat com a seguinte sintaxe

tokensz.exe /compute_tokensize /user:<usuário_com_erro_sspi>

tokensz-1

Como podemos notar na imagem acima, o tamanho máximo do Token é 12000 (12K) e o token do usuário contoso\usuarioSQL que estou tentando conectar-se ao SQL e estou recebendo o erro SSPI contexto ultrapassou o limite.

Um token basicamente contém os grupos e permissões de um usuário e é criado no momento do logon e este token é repassado aos outros serviços/servidores conforme o usuário necessita autenticar-se para consumir os serviços (para maiores detalhes sobre kerberos consulte o artigo https://msdn.microsoft.com/en-us/library/bb742516.aspx)

Pois bem, se em um token temos a ACL (Access control List) vamos investigar os usuários criados:

Os dois usuários são membros do grupo SQLacesso o qual foi criado o login no SQL Server, mas o segundo usuário é membro de mais algumas centenas de grupos.

Até o Windows 2008 R2 o tamanho máximo default de um token é de 12K a partir do Windows 2012 este valor foi alterado para 48K

Dependendo do tamanho de seu ambiente este limite de 12K é facilmente alcançado com um usuário pertencendo a aproximadamente 150 grupos.

Em uma empresa multinacional onde como boa prática são criados diversos grupos para controlar acessos a diversos compartilhamentos, servidores, aplicações etc. este limite é alcançado muito rapidamente.

aninhamento_grupo.png

Qual o tamanho de cada grupo?

Para calcular o tamanho do token utilizamos a seguinte formula:

TokenSize = 1200 + 40d + 8s

Onde:

D = (grupos domínio local + grupos universais externos)

S = (grupos globais + Universal)

Existem diversos scripts que automatizam este cálculo, abaixo um bem simples que encontrei no artigo http://www.cluberti.com/blog/2014/05/26/getting-kerberos-token-size-with-powershell/

# Always credit where due - this was found via
# http://jacob.ludriks.com/getting-kerberos-token-size-with-powershell/
 
#Gets max token size
#Run with .\get_tokensize.ps1 -Username "domain\username"
#Reference: http://support.microsoft.com/kb/327825
#tokensize = 1200 + 40d + 8s
Param(
    [Parameter(Mandatory=$True)]
    [String]$Username
)
$domain = ($username.split("\"))[0]
$user = ($username.split("\"))[1]
Import-Module ActiveDirectory
$rootdse = (Get-ADDomain $domain).distinguishedname
$server = (Get-ADDomain $domain).pdcemulator
$usergroups = Get-ADPrincipalGroupMembership -server $server $user | select distinguishedname,groupcategory,groupscope,name
$domainlocal = [int]@($usergroups | where {$_.groupscope -eq "DomainLocal"}).count
$global = [int]@($usergroups | where {$_.groupscope -eq "Global"}).count
$universaloutside = [int]@($usergroups | where {$_.distinguishedname -notlike "*$rootdse" -and $_.groupscope -eq "Universal"}).count
$universalinside = [int]@($usergroups | where {$_.distinguishedname -like "*$rootdse" -and $_.groupscope -eq "Universal"}).count
$tokensize = 1200 + (40 * ($domainlocal + $universaloutside)) + (8 * ($global + $universalinside))
Write-Host "
Domain local groups: $domainlocal
Global groups: $global
Universal groups outside the domain: $universaloutside
Universal groups inside the domain: $universalinside
Kerberos token size: $tokensize"

Outros scripts úteis

http://www.jhouseconsulting.com/2013/12/20/script-to-create-a-kerberos-token-size-report-1041

https://gallery.technet.microsoft.com/scriptcenter/Check-for-MaxTokenSize-520e51e5

Como Resolver

Você tem duas maneiras de resolver o problema, aumentando o default do token size ou excluindo grupos desnecessários.

Para aumentar o token size, você pode seguir as etapas do KB http://support.microsoft.com/kb/938118

Em cada estação:

  1. Inicie Regedt32.exe
  2. Localize a chave (HKLM\System\CurrentControlSet\Control\Lsa\Kerberos\Parameters)
  3. No menu Edit clique em NEW / DWORD e utilize os parâmetros abaixo:

Nome: MaxTokenSize

tipo: REG_DWORD

Base: Decimal

Valor: 48000

regedit

  1. Feche o Editor de Registro

Se executarmos novamente a ferramenta Tokensz teremos o seguinte resultado:

tokensz-2

 

Leituras adicionais

http://support.microsoft.com/kb/938118

http://blogs.technet.com/b/shanecothran/archive/2010/07/16/maxtokensize-and-kerberos-token-bloat.aspx

http://support.microsoft.com/kb/327825/en-us

http://blogs.technet.com/b/askds/archive/2012/07/27/kerberos-errors-in-network-captures.aspx

http://blogs.technet.com/b/askds/archive/2007/11/02/what-s-in-a-token.aspx

http://support.microsoft.com/kb/327825/en-us

http://blogs.technet.com/b/askds/archive/2012/09/12/maxtokensize-and-windows-8-and-windows-server-2012.aspx